Funcionários dão prazo para que Varig deposite salários

Os trabalhadores aeroviários da Varig, que atuam em solo, deram um prazo até a próxima sexta-feira às 17 horas para que a direção da companhia deposite ao menos parte dos salários atrasados. ?Pedimos todos quatro salários atrasados, mas se recebermos um já dá um alívio para os trabalhadores?, afirma o presidente do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos, Evandro Cavalcanti. ?Estamos dando um voto de confiança.? Uma assembléia está prevista para ser realizada após o fim do prazo para avaliar os rumos do movimento.Na última quarta-feira, funcionários dos balcões de check-in da empresa em Guarulhos e em outros aeroportos do País paralisaram as atividades por três horas, das 15h30 às 18h30. ?A paralisação não chegou a provocar atrasos pois praticamente não tinha nenhum vôo ontem à tarde no aeroporto?, explica Cavalcanti. A paralisação envolveu, praticamente, apenas funcionário de check-in, dado que a categoria de aeroviários foi bastante reduzida na Varig com a venda das subsidiárias de carga (VarigLog) e manutenção (VEM).Demissões A lista de demissões da Varig deve ser anunciada na sexta e inclui todos os cerca de 10 mil funcionários, conta uma fonte da empresa. Só deverão ser reaproveitados em torno de 1.700 pessoas, que serão recontratadas para trabalhar na nova Varig. Ainda nesta quinta-feira, deverá ser convocada uma assembléia dos credores da Varig para o dia 16, com o objetivo de eleger o gestor da chamada Varig antiga. Essa companhia permanece em recuperação judicial para amortizar o passivo de R$ 7,9 bilhões da Varig.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.