finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Funcionários de aeroportos antecipam fim da greve

Os funcionários da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) que estavam em greve contra a privatização de aeroportos encerraram a paralisação às 10 horas de hoje. O movimento de 48 horas estava previsto para terminar só no fim da noite. Segundo a Federação Nacional dos Aeronautas e Aeroviários (Fentac), os funcionários foram orientados a voltar ao trabalho, após o governo apresentar nova proposta ao Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina).

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

21 de outubro de 2011 | 13h05

Segundo informações do diretor financeiro e administrativo do Sina, Samuel Santos, o governo apresentou nova proposta hoje pela manhã, assinado pelo secretário adjunto da aviação civil, aceitando negociar algumas reivindicações da categoria. De acordo com Santos, o governo vai garantir parte das reivindicações que já vinham sendo negociadas antes da greve, algumas delas relacionadas à estabilidade aos trabalhadores da Infraero, data-base e equivalência salarial. Não há informações, porém, sobre quais seriam as novas propostas.

Representantes do Sina foram convidados a participar de uma reunião, na quarta-feira, 26, marcada para as 10 horas, no Palácio do Planalto, para uma discussão sobre a nova proposta do governo.

Até o começo da manhã, os pousos e decolagens estavam normais nos três aeroportos internacionais do País onde havia paralisação de funcionários. A greve dos aeroportuários, iniciada à zero hora de ontem, teve adesão de 25% a 30% dos funcionários em Viracopos, Guarulhos e Brasília, segundo a Infraero.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportosgrevefim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.