Funcionários do BC anunciam greve a partir de segunda-feira

Os funcionários do Banco Central entrarão em greve, por tempo indeterminado, a partir desta segunda-feira. A decisão foi aprovada na tarde desta sexta-feira durante assembléia dos servidores, realizada na entrada do edifício do BC em Brasília. ?Consideramos que o governo foi inflexível na apresentação da tabela de reajuste salarial que é insuficiente para atender, minimamente, a pauta de reivindicações?, afirmou o Diretor de Comunicação do Sindicato Nacional dos Técnicos do Banco Central (Sintbacen), Enildo Amaral.Os funcionários do BC reivindicam um reajuste médio de 64%, que representaria, um aumento de R$ 500 milhões na folha de pagamento do BC. O governo ofereceu reajustes escalonados, que provocariam um impacto de R$ 165 milhões na folha de pagamento. Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal) no Distrito Federal, Paulo de Tarso Calovi, já aderiram à greve os servidores de Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Salvador. Os funcionários de Fortaleza, Recife e Belém ainda não decidiram. As unidades que já aprovaram o movimento representam cerca de 85% dos funcionários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.