Funcionários do BC fazem amanhã paralisação por 24 horas

Os funcionários do Banco Central farão amanhã uma paralisação de 24 horas. A expectativa dos sindicalistas é que o movimento conte, em média, com a adesão de mais de 85% dos servidores em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Recife e Fortaleza.Os empregados do BC reivindicam uma reposição das perdas salariais e uma recomposição do Plano de Cargos e Salários, para corrigir a curva salarial dos especialistas (técnicos e analistas do BC) e modernizar a carreira de técnico. A greve de amanhã, na avaliação dos sindicalistas, deverá ter a participação dos funcionários dos departamentos de Meio Circulante e de Operações das Reservas Internacionais. Com isso, os serviços de distribuição e conservação de dinheiro deverão ser afetados.No caso do Departamento de Operações das Reservas Internacionais (Depin), os grevistas garantem que os serviços essenciais não serão afetados pela paralisação. O Depin é o departamento responsável pela gestão das reservas internacionais e pela realização de operações no mercado de câmbio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.