Funcionários do BC páram às 14h em SP

Os funcionários do Banco Central iniciaram operação padrão hoje e devem paralisar suas atividades por quatro horas a partir das 14 horas. O presidente regional do Sindicato Nacional dos Funcionários do BC (Sinal), Daro Piffer, disse que haverá mobilizações específicas em todas as unidades do BC para discutir o plano de cargos de salários e a reforma da Previdência.Em São Paulo, uma assembléia marcada para às 14 horas de hoje vai debater o PCS (plano de cargos de salários) e a retomada das negociações por reajuste salarial. Segundo ele, os funcionários do Banco Central estão recebendo até 50% a menos do que em cargos similares (fiscais de renda e do INSS) na Receita Federal e no Ministério da Previdência. De acordo com Piffer, o último reajuste foi de 4%, ocorrido em 2000. No próximo dia 2 de julho está previsto um ato contra a reforma previdenciária a partir das 14 horas.O presidente do BC, Henrique Meirelles, está em São Paulo e, segundo sua assessoria de imprensa, pretende manter expediente interno na sede regional da instituição, na Av. Paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.