Funcionários do BC param por 24 horas na quarta

Funcionários do Banco Central realizarão na quarta-feira, 28, uma paralisação de advertência de 24 horas em todo o País por reajuste salarial. A categoria reivindica equiparação salarial com os fiscais da Receita Federal e a recuperação de sua situação dentro do funcionalismo público do Executivo.O presidente do Sindicato dos Funcionários do Banco Central - Regional São Paulo - Daro Marcos Piffer, afirma que a categoria foi prejudicada por conta dos reajustes diferenciados que o governo federal concedeu aos servidores públicos às vésperas das eleições do ano passado. Ele explicou que enquanto os funcionários do BC tiveram um reajuste de 10%, índice que se referia à campanha salarial de 2005, as demais categorias receberam um aumento de cerca de 30% referentes a 2006.O sindicalista considerou a situação atual como tendo sido provocada pelo antagonismo entre o Ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente do BC, Henrique Meirelles. "Essas diferenças prejudicaram os funcionários do BC que se viram ainda mais desprestigiados após a posse de Guido Mantega na Fazenda", acredita ele. "Estão transformando os funcionários do BC, qualificados e estratégicos para o bom funcionamento do sistema financeiro, numa categoria se segunda classe", alertou ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.