Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Funcionários do BNDES encerram greve

Os funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) decidiram nesta segunda-feira encerrar a greve iniciada na quinta-feira passada. Os empregados voltaram ao trabalho após assembléia que optou por manter as negociações abertas, conforme pedido da direção da instituição. A Associação dos Funcionários do BNDES (AFBNDES) informou que na próxima semana a diretoria do banco deverá apresentar uma nova proposta para a equalização da curva salarial dos dois planos de cargos e salários da instituição, principal reivindicação dos trabalhadores. A direção do BNDES chegou a apresentar uma proposta na semana passada, mas que foi recusada pelos empregados do banco. Por essa proposta, o BNDES aumentaria o índice de reajuste de 3,84% para 4,5% e elevaria um abono que não seria incorporado de 50% para 80%. No entanto, a AFBNDES informou que a diretoria da instituição não havia apresentado nenhuma equalização para a curva salarial dos dois planos de cargos e salários: para os funcionários que foram contratados a partir de 1998 e para os empregados mais antigos, que entraram na instituição antes de 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.