Funcionários dos Correios fazem assembléia à noite

Trabalhadores da Empresa Brasileira dos Correios e Telégrafos (ECT) realizam à noite, em todo o País, assembléias para decidir se entram ou não em greve. A categoria reivindica reajuste salarial de 47,17%, piso de R$ 932 e implantação do plano de cargos, carreiras e salários. A estatal oferece reajuste de 8% nos vencimentos mais referência salarial que elevaria o reajuste para 11,9% em janeiro de 2006 e abono de R$ 600. As informações são da Radiobrás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.