Funcionários e investidores administrarão Avestruz Master

A Justiça de Goiás determinou a formação de um grupo de nove pessoas compostos de funcionários e investidores para administrar a Avestruz Master. O juiz de plantão Felipe Alcântara Peixoto concedeu ao colegiado o direito de cuidar das aves e bancar a compra de bens essenciais. A liminar dada pelo juiz é válida por 30 dias, mas pode ser prorrogável. Um pedido de falência corre nos tribunais goianos e outro pede a recuperação judicial da empresa. Na quinta-feira passada, o filho do proprietário da Avestruz Master e sócio da empresa Jerson Maciel da Silva Júnior se apresentou à Polícia Federal para cumprir o mandado de prisão contra ele. Ele chegou espontaneamente à sede da PF em Goiânia acompanhado de três advogados. Desde que chegou à sede, ele prestou depoimento a delegados que cuidam das investigações sobre a Avestruz Master.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.