Fundador da escola de inglês Fisk morre aos 96 anos

Americano Richard Fisk abriu rede de ensino no fim dos anos 1950; antes, chegou a apresentar aulas na televisão

O Estado de S. Paulo, O Estado de S.Paulo

26 de fevereiro de 2019 | 18h35

Morreu nesta segunda-feira (25), aos 96 anos, Richard Hugh Fisk, fundador das escolas de idiomas Fisk. O empresário, nascido nos Estados Unidos, veio para o Brasil no início dos anos 1950, quando tinha cerca de 30 anos. Para sobreviver por aqui, começou a dar aulas de inglês e chegou a apresentar seu método na TV Tupi, nos anos 1950. No fim da década, em 1958, fundou a escola de inglês que leva seu sobrenome.

A empresa, apesar de ainda ser mais conhecida pelo inglês, também tem cursos de espanhol. Em 2011, a companhia iniciou uma plataforma de cursos profissionalizantes, seguindo o direcionamento de concorrentes. Ao contrário das rivais, no entanto, a companhia manteve a marca Fisk mesmo ao buscar outros segmentos.

A companhia, que pertence até hoje à fundação que leva o nome de seu fundador, não fez parte da onda de fusões e aquisições do setor de educação, que fez redes como Yázigi e Wizard mudarem de mãos. No início da década, nomes como o empresário Carlos Wizard Martins, fundador da Wizard, chegaram a expressar interesse em comprar a marca.

Hoje, a Fisk tem mais de 800 unidades em todo o País, considerando todos os segmentos em que atua, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF). Segundo o ranking da associação divulgado em janeiro e referente ao ano passado, a companhia hoje seria a 20ª maior rede de franquias brasileira.

Tudo o que sabemos sobre:
Richard Fisk

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.