AFP PHOTO / JOSH EDELSON
AFP PHOTO / JOSH EDELSON

Fundador do eBay investe em jornalismo

Por meio de sua organização filantrópica, Pierre Omidyar vai destinar US$ 100 milhões para o combate à divulgação de notícias falsa

O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2017 | 08h49

A Omidyar Network, organização filantrópica de Pierre Omidyar, bilionário fundador do eBay, anunciou ontem que vai investir US$ 100 milhões, nos próximos três anos, no combate à divulgação de notícias falsas e à proliferação de discursos de ódio. O objetivo é incentivar – por meio do aporte em jornalismo investigativo e em veículos de mídia independente –um maior engajamento de cidadãos com os governos em questões cruciais.

De acordo com reportagem do jornal americano Washington Post, a primeira instituição a receber os recursos será o International Consortium of Investigative Journalists (ICJI), grupo responsável pela investigação conhecida como Panama Papers. O valor desembolsado será de US$ 4,5 milhões.

“Em todo o mundo, vemos um ressurgimento preocupante de políticas autoritárias que estão prejudicando a formação de uma sociedade mais aberta e inclusiva”, disse Matt Bannick, sócio-gerente da Omidyar Network, em comunicado. “A falta de resposta do governo e uma crescente desconfiança nas instituições, especialmente na mídia, estão erodindo a confiança”, acrescentou o executivo. Segundo ele, cada vez mais, os fatos são menosprezados, as informações falsas são disseminadas e a responsabilidade é ignorada. “Essas tendências não podem virar regra, e precisamos proteger os princípios da transparência, da participação e da responsabilidade.” 

As notícias falsas (fake news) foram marcaram a eleição de Donald Trump, no ano passado, à presidência dos Estados Unidos. “O que vimos nos últimos 12 meses foi particularmente um aumento na desconfiança nas instituições governamentais, na mídia e nas mídias sociais”, disse Stephen King, sócio da Omidyar Network. “O rumor tornou-se a nova moeda e as pessoas estão muito mais focadas em acreditar no que os seus pares dizem, e no que suas próprias convicções políticas estão dizendo.” 

O dinheiro será distribuído, principalmente, para instituições fora dos EUA, com foco em países onde a liberdade de expressão está sob ameaça.  

Trajetória. De família iraniana, Omidyar nasceu na França e se mudou para os EUA aos 6 anos de idade. Aos 28, escreveu o código que daria origem ao site de leilões eBay. Três anos depois, em 1998, quando a empresa de tecnologia abriu seu capital na Bolsa, ele se tornou, segundo as próprias palavras, “ridicularmente rico”. Hoje, o empresário mora em Honolulu, no Havaí, e tem um estilo de vida bem reservado. Deixou de ser presidente da empresa que fundou, mas é diretor do PayPal, antiga subsidiária de pagamentos do eBay. / AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.