Fundo cambial em euro tem ganho expressivo

Os fundos cambiais com rentabilidade atrelada ao euro estão entre os produtos com o melhor desempenho nesse ano, perdendo apenas para o investimento em ouro. Segundo dados da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid), entre as carteiras com esse perfil, o West LB Euro Hedge FIF é o fundo com melhor desempenho no acumulado do ano. Em 2002, até o dia 11 de junho, o rendimento nominal é de 26,21%. O segundo lugar é ocupado pelo Bradesco Deutsche Euro, com ganho bruto de 23,44% no mesmo período.O diretor de gestão de carteiras do West LB Banco Europeu, Mário Carvalho, explica que para compor a carteira de um fundo cambial em euro, o gestor tem duas opções: comprar contratos de euro futuro na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) ou fazer operações de swap (troca) de CDI por euro. "Como o governo não emite títulos cambiais em euro, a composição de uma carteira com rendimento atrelado à valorização do euro precisa ser composta por essas operações. No West LB, os fundos usam as duas maneiras", afirma. Desempenho e perspectivas para o euroOntem o euro fechou cotado a 0,9428 por dólar. Com esse resultado, acumula uma alta de 6,71% frente ao dólar nesse ano e de 1,23% em junho. Segundo Carvalho, os fundos cambiais em euro estão com rendimento superior ao das carteiras atreladas ao dólar devido à melhor conjuntura econômica dos países europeus, se comparada à dos Estados Unidos. "A economia norte-americana já dá sinais de recuperação, mas o ritmo ainda é muito lento. Além disso, agora o país vive sob ameaças de novos atentados terroristas. Com isso, os investidores tendem a migrar os ativos em dólar para ativos em euro, o que valoriza a moeda européia", afirma. O diretor do West LB Banco Europeu avalia que os juros norte-americanos mais baixos do que as taxas na Europa - 1,75% ao ano e 3,25%, respectivamente - também contribui para a migração de recursos. Segundo Carvalho, quem busca investimento em moeda estrangeira pela perspectiva de valorização deve optar pelos fundos cambiais em euro, pois a perspectiva de valorização nessas carteiras é maior do que a apresentada pelos fundos cambiais em dólar. "Essa projeção não se confirma em dois casos: a volta de um crescimento forte para a economia norte-americana ou uma alta na taxa de juros do país." Porém, Carvalho destaca que, para as pessoas que têm dívidas atreladas ao dólar, o mais seguro é optar pelos fundos cambiais também em dólar.Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.