Fundo de pensão da Caixa aplicava em CDBs do Banco Santos

O Fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal, a Funcef, detinha sob gestão terceirizada R$ 10 milhões aplicados em CDBs no Banco Santos, que está sob intervenção do Banco Central desde sexta-feira. Apesar da possibilidade de não poder rever estes recursos, a direção da Funcef não encara a situação como um problema para as finanças do fundo. Isso porque o patrimônio - ou reserva técnica - da Fundação é de aproximadamente R$ 17 bilhões.Mesmo sem uma definição sobre qual será o futuro do Banco Santos e, consequentemente, o futuro das aplicações feitas na instituição sob intervenção, a direção da Funcef já decidiu que irá provisionar os R$ 10 milhões que estão aplicados em CDBs no Banco Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.