Fundo de pensão dos EUA elevará investimento no Brasil

O maior fundo de pensão dos Estados Unidos, o Calpers, tem objetivo de elevar o investimento em Brasil depois da melhora da classificação soberana do País para grau de investimento pela agência Fitch Ratings, quase um mês após a elevação pela Standard and Poor''s, disse à Agência Estado o assessor para operações de investimentos, Clark McKinley. Atualmente, no total, o fundo de pensão do Estado da Califórnia tem mais de US$ 1,5 bilhão em investimentos no Brasil. "Um investidor inteligente não pode ignorar (o Brasil). Nós não temos ignorados o País de forma nenhuma", disse em entrevista por telefone.Sobre o interesse em aumentar a parcela investida no País depois da elevação de rating (nota) feita hoje, McKinley foi taxativo: "Certamente. Definitivamente temos intenção de elevar o investimento no Brasil e não há questionamento sobre isso". O assessor diz que não há um valor predeterminado para o qual o investimento no País possa subir, e acrescentou, por e-mail: "Não comentamos nossas estratégias em Brasil, mas como um mercado emergente principal, qualquer investidor seria bobo de ignorar este mercado promissor". O fundo, afirma McKinley, já havia identificado esta característica no País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.