Fundo de private equity compra de 100% do grupo Viena

A Advent International, gestora de fundos de que compram participações em empresas (private equity), fechou a compra de 100% do Grupo Viena, líder no mercado brasileiro de restaurantes e cafés. O valor da operação não foi divulgado.Em comunicado, a Advent destaca que este é o terceiro investimento da Advent em menos de dez meses no setor de restaurantes na América Latina e o primeiro negócio no Brasil envolvendo recursos do LAPEF IV, maior fundo de private equity da região, anunciado oficialmente neste ano e que captou US$ 1,3 bilhão. Em novembro de 2006, a Advent International assumiu o controle do grupo La Mansión, operador líder de restaurantes do conceito casual dining no México. Logo depois, em abril de 2007, a Advent International assumiu o controle do Grupo RA, concessionária líder de serviços de alimentação em aeroportos no Brasil.Fundado em 1975, o Grupo Viena conta com mais de 60 pontos comerciais instalados em São Paulo e no Rio de Janeiro, sendo reconhecido como a maior rede de restaurantes do conceito de casual dining do Brasil, com um volume médio de mais de um milhão de clientes por mês."O Viena é a empresa líder nos segmentos de quick casual e casual dining no Brasil, com uma marca muito forte e restaurantes em ótimas localizações", afirma Patrice Etlin, sócio responsável pela Advent no Brasil em comunicado distribuído pelo fundo. "A empresa tem grande potencial de crescimento, em especial por sua ligação com o setor de shopping centers, que passa por um momento de expansão acentuada no Brasil."Etlin destaca que a aquisição permitirá a unificação e otimização de diversos processos do Viena e do Grupo RA, como a Brunella. "As sinergias são significativas, tanto do ponto de vista de produção, quanto do ponto de vista de custo operacional". Ele destaca também a complementaridade entre as diferentes marcas. "A marca Viena tem muita força e potencial de contribuir muito às operações do Grupo RA em aeroportos. Da mesma forma, marcas do Grupo RA podem agregar muito valor às operações do Viena."Estrategicamente, a empresa tem como meta inicial reforçar sua presença nos mercados de São Paulo e Rio de Janeiro, partindo depois para uma atuação nacional, por meio de abertura de novos restaurantes e aquisições. "Há outras oportunidades interessantes em estudo, e reforçaremos nossa posição de liderança no processo de consolidação do mercado" afirma Etlin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.