Fundo do Hospital da Criança tem sucesso

O fundo imobiliário do Hospital da Criança, oferecido aos investidores pessoas físicas desde dois de outubro, é uma das operações recentes mais bem sucedidas dessa modalidade de investimento. Em um só mês foram vendidos R$ 4 milhões em cotas dos R$ 12 milhões disponíveis. O valor mínimo de aplicação é de R$ 5 mil. De acordo com o diretor Fábio Nogueira, da empresa responsável pela estruturação e coordenação comercial da operação, a Brazilian Mortgages, o sucesso do produto se deve, em primeiro lugar, ao "apelo humano" que tem o investimento em um hospital.Em segundo, ao fato de tratar-se de um imóvel já pronto: "Aplicar em fundo imobiliário de um empreendimento no chão, na planta, é só para grandes investidores", diz ele. E uma terceira razão estaria na popularização desse tipo de investimento. "É um mercado potencial fantástico. Brasileiro não gosta de ações e sempre investiu, de uma maneira ou de outra, em imóveis."A rentabilidade bruta mensal do fundo do Hospital da Criança (que pertence ao mesmo grupo do Hospital Nossa Senhora de Lourdes, fundado há 40 anos) é de 1,25%, com correção anual pelo IGP-M ou calculada sobre 8% do faturamento bruto do hospital, o que for maior. O fundo imobiliário do shopping Pátio Higienópolis, segundo Nogueira, garantiu rentabilidade de 13,33% de dezembro de 1999 a outubro deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.