Fundo europeu continua limitado a 500 bilhões

Os ministros de Finanças da União Europeia mantiveram em € 500 bilhões o limite à capacidade conjunta de empréstimos do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (Feef) e do Mecanismo de Estabilidade Europeu (MEE) - fundo de ajuda financeira que deve ser introduzido somente no ano que vem -, de acordo com uma autoridade do bloco que não quis ser identificada.

O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2011 | 03h07

Os 27 ministros de Finanças da União Europeia participaram de uma teleconferência que tinha como objetivo decidir quanto dinheiro a região poderia emprestar ao FMI. A pauta do encontro, no entanto, também previa a finalização dos detalhes operacionais do Feef, que deve passar a funcionar em meados de 2012.

"Não houve acordo para aumentar além de € 500 bilhões o limite conjunto de recursos da Feef e do MEE", disse a autoridade logo após o fim da teleconferência. / DOW JONES NEWSWIRES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.