Fundo soberano da Noruega tem retorno de 5% no 3º tri

O fundo soberano da Noruega registrou um retorno de 5% em seus investimentos no terceiro trimestre em meio à contínua recuperação econômica dos mercados desenvolvidos e a atividade mais forte da China.

Agencia Estado

25 de outubro de 2013 | 13h25

A Norges Bank Investment Management (NBIM) - braço do banco central norueguês que administra o fundo - disse em um comunicado divulgado nesta sexta-feira que o ganho equivale a 228 bilhões de coroas norueguesas (US$ 38,78 bilhões). O valor total do fundo em 30 de setembro era de 4,714 trilhões de coroas. Segundo o NBIM, investimentos em ações tiveram retorno de 7,6%, enquanto os investimentos em renda fixa renderam 0,3%.

"Os retornos do mercado de ações no terceiro trimestre foram motivados principalmente pela contínua recuperação econômica dos mercados desenvolvidos", disse Yngve Slyngstad, executivo-chefe do NBIM. "A tendência negativa dos mercados emergentes continuou no período, mas a atividade econômica mais forte da China liderou uma recuperação no fim do trimestre. Os investimentos em renda fixa continuam com uma performance relativamente pobre."

A agência informou que o fundo aumentou suas posições em bônus emitidos pelo Brasil, pela Espanha e pela Alemanha e diminuiu suas posições em dívidas dos EUA e do Canadá.

Cerca de 79% dos investimentos em renda fixa no fim do trimestre eram denominados em uma das quatro principais moedas - dólar, euro, iene e libra -, de 81,7% no fim de 2012. No fim do terceiro trimestre, o fundo era composto 63,6% por ações, 35,5% por ativos de renda fixa e 0,9% por investimentos imobiliários. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Noruegafundo soberanoretorno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.