finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Fundo soberano não utilizará recursos das reservas, diz governo

O ministro da Fazenda, Guido Mantega,e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, reiteraramnesta segunda-feira que o fundo soberano cuja criação está emestudo no governo não será capitalizado com recursos dasreservas internacionais. "Uma coisa são as reservas, que não têm nada a ver com ofundo soberano. As reservas continuarão a ser administradas daforma como elas são hoje, ativos líquidos, sempre títulos deprimeiríssima linha, que servem para dar lastro às operaçõescambiais do país. Isso não muda nada", afirmou Mantega ajornalistas após reunião com Meirelles no Ministério daFazenda. "E outra coisa é um fundo soberano que será administradotambém comprando recursos no mercado, comprando dólares, porquevai ter o mesmo papel das reservas porém complementar, e queterá outras funções", complementou. O ministro e Meirelles frisaram que as regras do processode compra do fundo, suas normas prudenciais, de aplicação e degovernança, ainda estão sendo definidas e serão detalhadas "tãologo quanto possível". "Por que estamos anunciando antes dessas definições?Exatamente para evitar uma série de maus entendidos eespeculações como essa, por exemplo, de que poderia usarrecursos das reservas", afirmou Meirelles. Questionado, ele disse que o valor do fundo também aindanão foi definido. Na última semana, Mantega havia afirmado queo fundo teria capital mínimo de 10 bilhões de dólares. (Por Isabel Versiani)

REUTERS

26 de novembro de 2007 | 20h46

Tudo o que sabemos sobre:
MACROFUNDOSOBERANO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.