finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Fundo Soberano pode ficar pronto até o fim do mês

O Fundo Soberano Internacional, que está sendo elaborado pelo Ministério da Fazenda em conjunto com o Banco Central, pode ficar pronto até o final deste mês. O prognóstico foi feito pelo Secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, após participar do seminário Perspectivas Econômicas Regionais, organizado pelo Fundo Monetário Internacional e o Ministério da Fazenda, com o apoio da Fundação Getúlio Vargas, realizado em São Paulo.Ele enfatizou, no entanto, que a adoção prática do estudo pode não ocorrer imediatamente após a sua divulgação em função de questões legislativas. "O estudo deve estar pronto até o final do ano, provavelmente até o final de novembro", previu Barbosa.Como ainda não foi apresentado, o secretário ressaltou que por questões legislativas é possível que a sua adoção efetiva seja postergada. "Uma coisa é o esboço econômico; a outra, é a questão legal", ponderou, lembrando que tanto o BC quanto o Ministério da Fazenda têm estruturas legislativas próprias a cumprir e que é possível, até mesmo, que o projeto tenha de ser avaliado pelo Congresso.Barbosa mencionou que Mantega afirmou que o fundo seria constituído por recursos das reservas internacionais, após o acumulo de aproximadamente US$ 180 bilhões. Atualmente, as reservas estão em US$ 170 bilhões. O secretario evitou comentar se com a desvalorização do dólar no mercado internacional o Banco Central irá diversificar mais as suas reservas, incluindo uma fatia maior de outras divisas. "Até o momento, não há uma estratégia explícita de se comprar euros, por exemplo, mas o fundo já é uma forma de diversificarmos as reservas", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.