Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fundos cambiais mantêm saques elevados

Desde junho, as carteiras dos fundos cambiais vêem registrando captação negativa. De acordo com um estudo do site Fortuna, a maior saída de recursos aconteceu no mês de agosto, de R$ 1,028 bilhão. No mês passado, o saldo negativo foi um pouco menor e ficou em R$ 731,562 milhões. No acumulado do ano, o número também é negativo, em R$ 3,570 bilhões.De acordo com o diretor do site Fortuna, Marcelo D´Agosto, boa parte dos recursos alocados em fundos cambiais era proveniente de investidores que buscavam proteção em moeda norte-americana, mas não contavam com a influência do risco-país sobre o desempenho dessas carteiras. "Além das mudanças com a marcação a mercado, o investidor teve que conviver com a oscilação do cupom cambial. Esse movimento foi muito forte e provocou um descolamento entre a alta do dólar e o rendimento dos fundos cambiais", explica.Veja a influência do cupom cambial sobre os fundosOs fundos cambiais são carteiras formadas, em grande parte, por títulos públicos que pagam como rendimento a variação do dólar mais uma taxa de juros prefixada - o cupom cambial. Essa taxa é dada pela diferença entre a taxa de juros interna e a desvalorização da taxa de câmbio. Quando a taxa de risco-país sobe e conseqüentemente há uma desvalorização da moeda, o cupom cambial sobe para manter-se atraente. Em setembro, quando essas carteiras registraram saques de R$ 641,715 milhões, o desempenho dos fundos cambiais não acompanhou a valorização da moeda norte-americana. O estudo do site Fortuna apontou ganho nominal de 17,18% em setembro para os fundos cambiais, quando, no mesmo período, o dólar apresentou valorização de 28,87%.Isso aconteceu justamente porque o cupom cambial subiu. O fato é que esse cupom funciona como um desconto para quem está comprando o papel. Ou seja, se o cupom sobe, o valor do título fica menor. Como os fundos de investimento devem ser marcados a mercado - precificação diária dos papéis que compõem a carteira -, as cotas se desvalorizam quando um título comprado com um cupom menor é precificado com um cupom maior. Foi o que aconteceu em setembro e as carteiras só não sofreram mais porque parte do rendimento dos papéis é dado pela valorização do dólar. Em outubro, a situação foi inversa. A taxa de risco-país recuou, a alta do dólar frente ao real diminuiu e o cupom cambial ficou menor. Se o desconto é menor, o valor do título aumenta. Enquanto a moeda norte-americana apresentou uma queda de 6,42%, os fundos cambiais registraram um ganho nominal de 1,62%, de acordo com dados do site Fortuna.No acumulado do ano, até o dia 5 de novembro, o dólar apresenta uma alta de 53,53%. Já o desempenho dos fundos cambiais apresenta um ganho nominal de 44,47%. Veja abaixo os dados completos do estudo do site Fortuna e mais informações sobre o comportamento das carteiras com rendimento atrelado ao dólar nos links abaixo.Veja a movimentação de recursos nos fundos cambiaisMês (em 2002)Mês (em 2002)Captação líquida (R$)Captação líquida acumulada no ano (R$)Rentab. do fundoDesempenho do dólarJaneiro297.877.441297.877.4413,58%4,22%Fevereiro102.005.457399.882.898-1,58%-2,90%Março-88.467.744311.415.154-1,12%-1,05%Abril20.014.017331.429.1702,23%1,67%Maio42.900.183374.329.3534,49%6,75%Junho-674.328.607-299.999.2547,84%12,78%Julho-701.333.478-1.001.332.7327,63%20,54%Agosto-1.028.312.006-2.029.644.738-1,29%-11,85%Setembro-641.715.175-2.671.359.91417,18%28,87%Outubro-731.562.003-3.402.921.9171,62%-6,42%Novembro*-167.880.060-3.570.801.977-1,66%-2,26%* Até o dia 5 de novembro Fonte: Site Fortuna

Agencia Estado,

12 de novembro de 2002 | 17h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.