Fundos cambiais sobem menos que dólar

Os fundos cambiais, que buscam acompanhar a variação do dólar, estão com uma boa alta de 32,60% em 2002, de acordo com relatório do dia 17 de setembro da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid). Apesar do bom retorno ao investidor, esses fundos não subiram tanto quanto a moeda norte-americana, que teve uma alta de 40,33% no mesmo período.Essa diferença se deve ao cupom cambial, juros prefixados que incidem sobre os papéis em que esses fundos investem. Conforme o risco da economia de um determinado país sobe, o cupom também sobe, diminuindo assim o preço do papel, o que reduz os ganhos com a alta do dólar.Apesar dos ganhos elevados que os fundos cambiais trouxeram, o investidor ainda está desconfiado e tira o seu dinheiro dessas carteiras. Em setembro, os saques líquidos foram de R$ 103 milhões e, no ano, de R$ 2 bilhões.Veja, nos links abaixo, matérias sobre o comportamento dos fundos de investimento. Veja também cartilhas com dicas de investimento e análises de carteira de acordo com o perfil do investidor e o prazo da aplicação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.