Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Fundos captam R$ 5 bi em março e renda mista se destaca

Após registrar saída de recursos em fevereiro, os fundos de investimentos registraram captação líquida de R$ 5 bilhões em março (depósitos, menos retiradas), segundo dados preliminares da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid). Com isso, o patrimônio líquido consolidado dos quase três mil fundos existentes no País subiu para R$ 533,4 bilhões.O maior fluxo de recursos no mês passado foi para os fundos mistos (compostos por ativos de renda fixa e renda variável). A captação líquida desses fundos somou R$ 2,7 bilhões em março, elevando o acumulado no ano para R$ 3,107 bilhões.Em março, segundo a Anbid, os fundos de renda fixa prefixada registraram captação líquida de R$ 2 bilhões, acumulando R$ 11,6 bilhões no trimestre. Já os fundos referenciados DI (pós-fixados) e curto prazo registraram saída líquida de R$ 790 milhões em março e captação líquida de R$ 3,1 bilhões no trimestre.Os fundos de previdência mantiveram o ritmo positivo e conseguiram mais R$ 645,7 milhões em março, elevando o acumulado no ano para R$ 2,394 bilhões. Com isso, a participação desses fundos no total da indústria subiu para 4,76%, com um patrimônio total de R$ 25,399 bilhões.Os fundos de ações registraram captação de R$ 64,6 milhões em março, mas continuam com saída líquida no ano de R$ 66 milhões. O patrimônio consolidado dos fundos de ações atingiu R$ 35,191 bilhões no final do mês passado, representando 6,60% do total. Pelos dados da Anbid, os fundos de renda fixa concentram o maior volume de recursos, com patrimônio total de R$ 190,96 bilhões (35,80% da indústria), seguido dos fundos mistos (patrimônio de R$ 150,64 bilhões, com participação de 28,24%). Os fundos DI e curto prazo acumulam R$ 118,7 bilhões ou o equivalente a 22,25% da indústria. Fundos Petrobras e ValeOs investidores que compraram ações da Petrobras e Vale do Rio Doce com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) continuam sacando os seus recursos, especialmente da mineradora. Pelos dados da Anbid, em março os investidores sacaram R$ 25,65 milhões dos fundos da Vale, com o patrimônio líquido desses fundos caindo para R$ 2,89 bilhões. No caso dos fundos da Petrobras, a saída de recursos em março somou R$ 4,85 milhões, com o patrimônio líquido total somando R$ 3,612 bilhões no final do mês passado.Veja no link abaixo o desempenho da poupança em março e o impacto do cenário econômico sobre a indústria de fundos, segundo o Ranking Invest Tracker-Estadão, que será publicado no dia 26 de abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.