Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Fundos da Petrobras apresentam bom ganho

Os fundos da Petrobrás, formados pelos papéis ordinários (ON, com direito a voto) da estatal, acumulam um bom rendimento no ano. Segundo a Associação Nacional de Bancos de Investimento (Anbid), os fundos com recursos do FGTS rendem, em média, 15,18%; os fundos com recursos próprios, 15,10%. Se considerarmos a rentabilidade dos fundos desde sua formação, rendem 62,08% e 63,27%, respectivamente.Os gestores dizem que a venda pulverizadas de ações a trabalhadores foi bem-sucedida por uma série de motivos. Primeiro, o rendimento dos fundos, provavelmente, será muito superior à correção sobre os recursos corrigidos pelo rendimento fixo do FGTS (TR mais 3% ao ano). Mais que isso, a rentabilidade é, no momento, atrativa, mesmo quando comparado ao mercado de ações como um todo.O governo também conseguiu, segundo eles, familiarizar o pequeno investidor com o mercado de ações. Com a possibilidade de aplicar recursos do FGTS, trabalhadores que nunca haviam conhecido o funcionamento de uma bolsa de valores puderam aprender sobre o assunto. Com o sucesso apurado, muitos deles tenderão a investir novamente, estimulando o mercado de ações.O sucesso do programa mostrou, ainda, que um processo de privatização com capital interno distribuído entre diversos acionistas pode ser bem sucedido e comenta-se que, em algum tempo, estatais como o Banco do Brasil e a Eletrobrás poderão passar pelo mesmo tipo de privatização.

Agencia Estado,

29 de janeiro de 2001 | 07h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.