Fundos imobiliários: investidor deve pesquisar

Para quem quiser investir em fundos imobiliários, especialistas avisam que o melhor é pesquisar antes de comprar uma cota. Localização, rendimento mínimo e garantia de recompra devem ser analisados. "Se ele não conhece bem o mercado, deve estar atento ao que é oferecido. O principal é o rendimento mínimo e a garantia de recompra, que poucas administradoras oferecem", avisa o diretor da Cushman & Wakefield, Paul Weeks.No caso da recompra das cotas, que diminui o problema da liquidez, Weeks explicou que alguns grupos formam um pool para comprar a cota de quem quiser sair. "Isso é uma garantia, mas não há como saber se o cotista irá receber de volta a quantia que investiu", informou. Isso porque o valor da cota poderá estar menor ou o grupo poderá não ter dinheiro suficiente para a compra das cotas.O diretor também informou que o investidor deve ler bem o contrato e o que é oferecido. Depois, ele precisa fazer uma pesquisa para saber se existe mesmo a possibilidade de retorno com os aluguéis. "A estrutura do imóvel e da região em que ele está localizado é importante", disse. "A administradora pode oferecer a rentabilidade mínima durante dois anos, mas, e depois?"Mercado dirá se investimento foi bomA escolha da região do investimento acaba sendo mais um risco do fundo imobiliário, pois uma região com boas condições comerciais pode ficar desvalorizada depois de um certo tempo. Fábio Nogueira, da Brazilian Mortgages, diz que em todas as regiões da cidade há pólos de crescimento do mercado imobiliário. "Não dá para só se falar em um determinado local, há bairros com boas opções em todas as regiões da cidade", disse ele.Segundo Nogueira, o mais importante para o investidor é saber em que tipo de imóvel ele vai investir e o que é oferecido ao futuro locatário, de quem depende o sucesso do fundo. Nessa hora é importante a análise não só do local em que o imóvel se situa, mas também das instalações e dos serviços que ele oferece e, também importante, se o mercado já não está saturado do que é oferecido.Weeks ressalta que é difícil fazer uma análise de um imóvel que está sendo construído, se ele vai dar certo ou não. "Demora alguns anos para que a obra fique pronta. Nesse intervalo, o mercado pode mudar, para melhor ou pior", diz ele.Leia mais informações sobre os fundos imobiliários nos links abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.