Fundos Petrobrás já renderam mais de 58%

O valor das ações da Petrobrás oscilou bastante na semana passada. A cotação mínima da ação ordinária (ON, com direito a voto) foi de R$ 49,20 no dia 3. Já na sexta-feira, dia 6, a cotação máxima chegou a R$ 55,5. O mesmo comportamento apresentou a ação preferencial (PN, sem direito a voto). Nos dias 2 e 3, a cotação chegou ao patamar mínimo de R$ 44,60. Também na sexta-feira, a Petrobrás PN atingiu a cotação máxima: R$ 50,80. Apesar da oscilação, o resultado foi de valorização até dia 6. No caso das ações ordinárias, a alta foi de 7,18% e das preferenciais, 8,15%. Fundos de PrivatizaçãoPor serem formados por ações da Petrobrás, os Fundos Mútuos de Privatização (FMPs) seguiram a alta das ações da empresa. Desde que foram lançados, em agosto do ano passado, os FMPs com recursos do FGTS renderam em média, conforme dados da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid), 58,29% e os com recursos próprios, 59,21%.

Agencia Estado,

09 de abril de 2001 | 14h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.