Fundos Petrobras: rentabilidade e previsões

Os fundos de ações da Petrobras acumulavam, de 17 de agosto até quarta-feira, ganho médio de 60,75% nas carteiras com recursos do Fundo de Garantia, e 62,13% naquelas com recursos próprios, segundo dados da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid). Como as ações ON (ordinárias, com direito a voto) da Petrobrás caíram 2,16% na sexta-feira e essas perdas ainda não foram contadas, esses fundos terão uma redução no rendimento acumulado.O gerente de Investimentos da Cidade Asset Management, Fabio Anderaos, explica que esses fundos seguem, basicamente, o desempenho das ações ON da Petrobras, cujas cotações têm oscilado bastante. "As ações sofreram forte desvalorização, seguindo a queda do Ibovespa no mesmo período." Ele diz que, na semana passada, o anúncio feito pela estatal de que será adotado um novo modelo de gestão para dar maior eficiência e lucro à empresa fez com que o papel se valorizasse. A ação ON subiu 1,46%, para R$ 54,79, enquanto o Ibovespa caiu 1,08%.Anderaos diz que nos próximos meses a ação deverá continuar com valorização superior à do Ibovespa. O faturamento da empresa não deverá ser comprometido, porque o petróleo continua com preço elevado (US$ 32,71, na sexta-feira).Aplicação do FGTS seria um bom negócioOs optantes que aplicaram o FGTS na empresa seguramente fizeram um bom negócio, diz Anderaos. "Além de apresentarem uma valorização muito superior ao rendimento dado ao saldo que permaneceu no Fundo de Garantia, os fundos obtiveram uma rentabilidade acima da dos demais investimentos no mesmo período." Os investidores em cotas de fundos das ações da Petrobras com recursos do FGTS estão sujeitos a condições específicas para resgate da aplicação. No caso do optante do FGTS que aplicou parte do saldo em cotas desses fundos, o saque só pode ser feito em situações previstas em lei, como demissão sem justa causa, aposentadoria e aquisição da casa própria. No entanto, se esse saque for feito antes de 17 de fevereiro de 2001, o optante perderá o desconto de 20% obtido na aquisição do papel. Com isso, o rendimento acumulado até sexta-feira, por exemplo, seria de 27,21%, e não de mais de 60%. Caso o resgate seja feito antes de 17 de agosto de 2001, o optante perderá a metade do desconto concedido pelo governo de acordo com o preço da compra, à época do leilão. Isso, na sexta-feira, seria o mesmo que ter rentabilidade no fundo de 41,35%.Se não ocorrer nenhuma das hipóteses que autorizam o saque, o optante que quiser sair da aplicação terá de esperar 12 meses para devolver o dinheiro para a conta vinculada do FGTS. Aí, o rendimento será integral, com o desconto de 20% do preço do papel na aquisição. Há ainda uma outra movimentação de recursos que esse investidor poderá fazer: depois de 17 de fevereiro (após 6 meses) poderá transferir os recursos para um outro fundo do FGTS ou de carteira livre. A transferência para fundos de carteira, que poderão ter papéis de outras empresas, ainda não tem normas definidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.