carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Fundos precisam restabelecer a confiança, diz Meirelles

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou hoje que a questão mais importante na atualidade para os fundos de investimento em todo o mundo é restabelecer a confiança dos poupadores que sofreram grandes perdas com a crise financeira internacional. Segundo ele, depois de uma queda muito forte dos valores de diversos ativos financeiros, entre eles, ações de empresas, podem ocorrer movimentos de volatilidade ocasionais nos mercados financeiros por um período prolongado. Meirelles fez as declarações durante o 5º Congresso da Anbid de Fundos de Investimento.

RICARDO LEOPOLDO, Agencia Estado

26 de maio de 2009 | 13h49

Para Meirelles, a confiança dos poupadores responderá em boa parte às regras a que estarão sujeitos vários setores do mercado financeiro internacional. "Esperamos um novo marco regulatório e novas abordagens de autorregulação que incentivem o monitoramento dos riscos sistêmicos que tanto surpreenderam os analistas na crise atual, incentivem medidas de precaução para proteger investidores contra esses riscos, principalmente em momentos de euforia dos mercados", afirmou.

Além disso, o presidente do BC espera que essas novas regras de caráter global incentivem "estruturas de remuneração que levem em conta as implicações de longo prazo das políticas adotadas, (estimulem), enfim, a atenção redobrada frente às falhas nas estratégias de diversificação e proteção que a crise atual colocou à luz do dia".

Embora tenha ressaltado que no Brasil devem ser evitados os erros cometidos por instituições financeiras que culminaram no colapso global de crédito (credit crunch), Meirelles afirmou que os fundos de investimento no País são flexíveis para se adaptar a novas realidades, fato que é reforçado por um marco regulatório bem estruturado.

O presidente do BC ressaltou que a Associação Nacional dos Bancos de Investimentos (Anbid) desempenha um papel muito importante para o setor, pois impõe autorregulação consistente com o objetivo de gerar transparência na exposição a riscos, atua para a redução dos conflitos de interesses e traz confiança aos investidores, o que aumenta a perspectiva da indústria de fundos nacional. "Seus gestores são bastante competentes e experientes e saberão conduzir a indústria nesse novo paradigma."

Tudo o que sabemos sobre:
fundosinvestimentosMeirelles

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.