Fundos setoriais: teles sofrem influência externa

Com boas perspectivas de ganho, mas muito suscetível às oscilações do mercado internacional, o setor de telecomunicações é um dos segmentos adotados pelas administradoras de fundos de investimento na oferta de fundos setoriais. Os analistas consideram que os papéis das empresas brasileiras desse segmento estão com preços bem abaixo do preço-alvo, indicando a possibilidade de ganhos elevados. Porém, os analistas consideram que, como são empresas muito influenciadas pelo desempenho da Nasdaq - bolsa que negocia papéis do setor de tecnologia e Internet -, não é possível avaliar quando devem chegar ao patamar de preço esperado. "As companhias do segmento de telecomunicações fornecem os meios para a atuação das empresas de Internet e tecnologia. Por isso, uma queda nas perspectivas de lucro dessas empresas influencia de forma desfavorável o setor de telecomunicações", analisa Júlio Ziegelmann, diretor de renda variável da BankBoston Asset Management.Para o diretor de Administração de Recursos do Chase Manhattan Bank, Wagner Murgel, as perspectivas para a Nasdaq são muito incertas. "Além da desaceleração econômica dos Estados Unidos, o segmento é muito novo e ainda não se sabe o valor real dessas empresas no mercado de ações norte-americano", explica. Veja o rendimento de alguns fundos do setor de telecomunicações. Vale lembrar que no mesmo período analisado - acumulado em 2001 até 1º de março - a Nasdaq acumula uma queda de 11,62%.FundoComposição da carteiraRendimento acumulado em 2001 (até 1/03) Taxa de administraçãoBoston Telecom100% dos recursos alocados no setor de telecomunicações.9,33%2,0%Lloyds Orbital ExtraCarteira pode ter até 10% em papéis de renda fixa. O restante é direcionado para o setor de telecomunicações.5,66%2,50%CCF Telecom100% dos recursos alocados no setor de telecomunicações.3,43%0,80%BB A TelebrasilCarteira pode ter até 7% em papéis de renda fixa. O restante é direcionado para o setor de telecomunicações. Os principais papéis da carteira são Telemar e Embratel.  - 2,52% 2,0%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.