Fundos têm captação líquida de R$ 19,928 bilhões em abril

Aportes líquidos em FIDCS chegam a R$ 18,418 bi e puxam resultado dos fundos de investimentos no mês

Ana Paula Ribeiro, da Agência Estado,

07 de maio de 2009 | 13h44

Os fundos de investimento apresentaram no mês passado aplicações superiores aos resgates no total de R$ 19,928 bilhões. Essa captação líquida foi alcançada, principalmente, pelos aportes líquidos feitos nos fundos de investimentos em direitos creditórios (FIDCS), que chegaram a R$ 18,418 bilhões, segundo dados da Associação Nacional dos Bancos de Investimentos (Anbid).

 

Veja também:

linkPoupança volta a registrar captação negativa em abril

 

Outros destaques no mês passado foram os fundos de previdência e de renda fixa, que captaram, respectivamente, R$ 1,015 bilhão e R$ 843,76 milhões. Já as carteiras que apresentaram o maior volume de saques foram as de ações, com resgates de R$ 874,57 milhões, e os portfólios de curto prazo, que tiveram saídas de R$ 604,83 milhões.

 

Esse movimento, acrescido da rentabilidade dessas carteiras, fez com que a indústria de fundos chegasse ao final de abril com um patrimônio líquido de R$ 1,196 trilhão, um crescimento de 3,4% em relação ao estoque do mês anterior.

 

No ano, a captação líquida está positiva em R$ 29,126 bilhões. Os FIDCs e os fundos de renda fixa foram os que mais captaram nos quatro primeiros meses do ano. Esses portfólios acumulam aplicação acima dos resgates de, respectivamente, R$ 17,906 bilhões e R$ 3,422 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Fundos de InvestimentoAplicações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.