Furlan anuncia saldo comercial acima de US$ 41 bi em 12 meses

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse hoje que o superávit comercial superou US$ 41 bilhões em doze meses até 30 de setembro. O ministro, que participou de um almoço com empresários brasileiros e italianos no Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), anuncia ainda hoje a revisão das estimativas do comércio exterior para este ano.Questionado sobre o impacto do câmbio nas exportações, o ministro afirmou que, de fato, a apreciação do real implica perda de competitividade para alguns setores da economia. Por isso mesmo, Furlan pediu aos empresários que batalhem junto ao governo pela desoneração de investimentos, melhora da infra-estrutura e diminuição da burocracia."Dessa forma conseguiremos ganhar competitividade exportadora", afirmou o ministro procurando dar à indústria uma fórmula para compensar os efeitos do câmbio sobre as vendas externas.Furlan disse ainda aos empresários que 2006 será um ano bastante promissor, com inflação ainda mais baixa e crescimento do nível de emprego e da economia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.