Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Furlan anunciará normas para desburocratizar comércio exterior

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior divulgará no próximo dia 27, na sede da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), no Rio de Janeiro, medidas para a desburocratização do comércio exterior. Segundo o ministro Luiz Fernando Furlan, serão consolidados todos os mais de 300 itens que constam das normas e leis de exportação. Furlan, que não forneceu mais detalhes, afirmou que o objetivo principal é dar mais acesso às exportações para as empresas de menor porte, que têm poucas condições de atuar com uma legislação tão intrincada. Uma das medidas será a operação via Internet ao Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex). O anúncio foi feito durante a manhã em entrevista coletiva na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).?Valorização do euro é positiva? O ministro afirmou que a valorização do euro é positiva para a empresa brasileira que exporta para os países da comunidade européia. "A valorização ajuda porque os produtos brasileiros são comercializados na União Européia normalmente em dólar. Portanto, o produto brasileiro tende a ficar mais barato", disse. Segundo ele, "os 15% a 20% de valorização do euro praticamente anulam a valorização do real." Seguindo o raciocínio, Furlan disse que em relação à Europa o câmbio no Brasil não se modificou neste ano. O euro vale hoje 1.1520 dólar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.