Furlan defende que olhar produção industrial de julho é olhar para o passado

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse hoje que olhar os números da produção industrial medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referentes a julho é "lançar um olhar sobre o passado". A produção industrial medida pelo IBGE e divulgada hoje recuou 2,5% sobre julho. De acordo com Furlan, números referentes a agosto mostram recorde de produção e vendas de veículos. "Não faz sentido olharmos para julho se agosto já mostrou concretamente a recuperação dos números", reiterou Furlan, que participou do fórum "Oportunidades de Negócios e Investimentos na Nigéria", realizado na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O ministro voltou a demonstrar seu otimismo com o crescimento da economia brasileira e reiterou que o País crescerá acima dos 4% neste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.