carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Furlan diz que exportação mostra que governo não está parado

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Luiz Fernando Furlan, acredita que, a julgar pelo crescimento da média diária, em 18%, as exportações poderão bater um novo recorde em abril. "Considerando que foi Semana Santa, o desempenho da semana passada foi muito bom, o que nos leva a crer em novo recorde, o que também já não chega a ser surpresa", afirmou o ministro, que anunciou hoje a empresários mais dois tópicos da política industrial. Furlan utilizou o exemplo das exportações para dizer que o governo não está paralisado. "Ouço muitas críticas de que o País não anda, está parado. Às vezes concordo, às vezes discordo. Mas, na essência, não estamos parados", ressaltou o ministro, no evento realizado na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).No mesmo evento, o secretário de Comércio Exterior do MDIC, Ivan Ramalho, afirmou que os dados das exportações mostram que o aumento no preço de insumos e matérias-primas importados não está afetando o ânimo dos exportadores. E ressaltou que o produtor que precisa de matéria-prima importada terá mais facilidades para utilizar o sistema de drawback, que garante isenção de impostos de importação desde que seja utilizada em produtos a serem exportados.

Agencia Estado,

12 de abril de 2004 | 14h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.