Furlan diz que vai propor novas medidas de desoneração à exportação

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, informou hoje que irá propor à área econômica novas medidas de desoneração às exportações. Sem dar detalhes, o ministro disse que as medidas visam a reduzir a cunha fiscal sobre as exportações, sobre financiamentos e sobre o câmbio.Ao ser questionado sobre se as propostas entrariam em vigor ainda este ano, ele somente respondeu: "nossa obrigação é propor". O ministro ainda avaliou que o câmbio valorizado continua sendo um fator relevante para diversos setores e, ao mesmo tempo, um estímulo às importações de muitos produtos.O ministro Furlan não quis comentar a nota divulgada hoje pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) criticando as negociações com o governo chinês para a auto-regulamentação às importações de produtos chineses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.