Furlan prevê que exportação ficará acima de US$ 120 bi até 2006

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse hoje que o Brasil deverá superar US$ 120 bilhões em exportações até o fim de 2006. Com isso, o presidente Luis Inácio Lula da Silva terá dobrado as exportações em seu mandato. Mas Furlan brincou dizendo que isso acontecerá se o ministro da Fazenda, Antônio Palocci, der "alento" aos exportadores.O ministro previu que o Brasil continuará gerando superávits de US$ 25 bilhões a US$ 30 bilhões anuais em sua balança comercial e por isso precisava da modernização das regras de câmbio, que foram concluídas hoje pelo Banco Central.Furlan disse que o esforço exportador exige também a soma de pequenas ações. Ele citou como exemplo, o comércio com a Guiana, que poderia ser intensificado com a construção de algumas pontes interligando estradas que já existem nos dois países. Cotudo, disse que esse esforço esbarra em pequenos obstáculos. Ele citou o projeto do Computador Conectado, que é discutido desde 2003 e ainda não foi comercializado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.