Furlan quer regulamentação de salvaguardas contra China

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse hoje esperar que o governo regulamente as salvaguardas contra produtos importados da China. As negociações de Furlan com os chineses na semana passada para a adoção de restrições voluntárias fracassaram. Agora, a expectativa do ministro e do setor empresarial é de que o mecanismo protecionista seja regulamentado. "Por unanimidade, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) já aprovou a regulamentação. E o presidente Lula já disse mais uma vez publicamente que vai regulamentar o mecanismo", afirmou o ministro. Furlan participou de um almoço com empresários brasileiros e italianos no Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.