Furlan também participará do Fórum Econômico Mundial

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, também participará do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, devendo para isso afastar-se do País de amanhã até 4 de fevereiro. Na oportunidade, Furlan deverá, também, manter encontro com líderes empresariais e ministros de Estado estrangeiros e integrar a delegação brasileira que participará do evento, comandada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que deverá embarcar dia 27 para a Suíça.Furlan deverá, ainda, participar da V Conferência Plenária do Fórum Empresarial Mercosul-União Européia e manter encontros com autoridades e empresários locais, em Luxemburgo. A autorização de Lula para Furlan se afastar do País foi publicada, hoje, no Diário Oficial. Além dele, acompanharão o presidente a Davos os ministros da Fazenda, Antonio Palocci; da Casa Civil, José Dirceu, e das Relações Exteriores, Celso Amorim.Também o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, participará do Fórum Econômico Mundial e integrará a delegação brasileira que irá a Davos. Ele se afastará do País de amanhã até 1º de fevereiro. Durante sua permanência na Suíça, Meirelles manterá, ainda, reuniões com investidores institucionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.