Furlan vai à China negociar salvaguardas

Fontes ligadas ao comércio exterior da China, informaram hoje que o ministro do Desenvolvimento e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan pode ir ao país, em setembro próximo, para negociar as medidas de salvaguardas que o Brasil pretende implantar sobre os produtos chineses, com o ministro do Comércio Exterior da China Bo Xilai. Mesmo com adoção de salvaguardas, as empresas que se sentirem atingidas por produtos chineses poderão recorrer, mas vão ter que reconhecer que a China é uma economia de mercado na Organização Mundial do Comércio (OMC).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.