Furnas opera normalmente apesar de greve, afirma empresa

A greve de 24 horas dosfuncionários de Furnas não está afetando as operações degeração e transmissão de energia, informou nessa terça-feira acompanhia. "Furnas Centrais Elétricas garante que o suprimento deenergia nas suas áreas de atuação não será afetado pelaparalisação de funcionários", informou um comunicado oficial. Segundo a companhia, "as áreas operacionais das usinas,subestações e linhas de transmissão trabalham com efetivosuficiente para garantir a geração e a transmissão de energia,que são serviços essenciais de utilidade pública e não sãointerrompidos". A paralisação se deve a uma decisão da Justiça de Brasília,que determinou o afastamento dos empregados terceirizados daempresa e a contratação dos aprovados no concurso de 2004. Atualmente, Furnas tem 6.391 empregados, sendo que 1.857são terceirizados e 4.534 efetivos, segundo a empresa. "A empresa acompanha os processos judiciais que envolvem ostrabalhadores atingidos pela decisão da 8a. Vara de Trabalho deBrasília, sendo que qualquer medida a ser adotada será emestrito respeito às decisões proferidas pela Justiça." Pela manhã, cerca de cem pessoas fizeram uma manifestaçãona porta da empresa e ameaçaram novas paralisações de 24 a 72horas nas próximas semanas, caso a decisão da Justiça não sejarevogada. (Por Rodrigo Viga Gaier)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.