Furnas vai importar energia da Argentina

A Furnas Centrais Elétricas fechou um acordo com a empresa argentina Gener, controlada pela americana AS, para permitir a importação de 1.200 megawatts de energia argentina para o Brasil até 2003. Numa primeira fase, com a importação de 360 megawatts, a Gener vai investir US$ 100 mi na construção de linhas de transmissão em território argentino e Furnas vai gastar US$ 2 mi na ampliação de uma subestação em Foz do Iguaçu. As obras da primeira fase começam no meio do ano e devem ser concluídas até o fim de 2001. Na segunda fase serão investidos US$ 500 mi na construção de uma linha de transmissão entre Foz de Iguaçu e Ibiúna (SP), o que irá ampliar em mais 840 megawatts a oferta de energia importada da Argentina. Furnas vai participar com 30% dos investimentos da segunda fase e a Gener com os outros 70%. A linha deve começar a operar em 2003. "Precisamos tomar medidas assim para evitar que o Brasil tenha problemas de desabastecimento", afirmou o presidente de Furnas, Luiz Carlos Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.