Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Furquim será o relator da fusão Itaú Unibanco no Cade

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) escolheu hoje, por sorteio, o conselheiro Paulo Furquim para a função de relator do processo de fusão dos bancos Itaú e Unibanco. Furquim é relator também do processo de fusão das operadoras de telefonia Oi e Brasil Telecom (BrT).A fusão das duas instituições financeiras, anunciada oficialmente no dia 3 deste mês e registrada no Cade no último dia 24, deu origem ao maior banco do País e maior grupo financeiro do Hemisfério Sul, com R$ 575 bilhões em ativos.O Cade julgará o impacto concorrencial da fusão somente após receber um parecer do Banco Central (BC) sobre a operação. Cabe exclusivamente ao BC avaliar o mérito da fusão do ponto de vista financeiro e de segurança do sistema bancário. Nesse tipo de operação, a Secretaria de Direito Econômico (SDE), do Ministério da Justiça, e a Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae), do Ministério da Fazenda, estão impedidas de dar um parecer.Na sessão de hoje do Cade, a primeira comandada pelo novo presidente do conselho, Arthur Badin, pode ser julgada a compra da rede de lojas Atacadão pelo Carrefour, feita em abril do ano passado. Está também na pauta da reunião um conjunto de quatro aquisições de pequenas e médias construtoras pela Cyrela Incorporadora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.