Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Furto da Petrobras foi maior que o divulgado, diz 'JN'

Além dos equipamentos já informados, desapareceram uma impressora, um gravador de DVD e um computador

20 de fevereiro de 2008 | 20h40

O registro do furto de equipamentos da Petrobras do contêiner em que eram transportados aponta que outros equipamentos, além dos quatro notebooks e dois discos rígidos apontados pela Polícia Federal, também desapareceram. Uma reportagem do Jornal Nacional afirma que Guilherme Vieira, o funcionário que registrou o furto, escreveu que, um computador, uma impressora e um gravador de DVD também haviam sumido. As informações podem significar que o furto se trata de um crime comum, e não de um caso de espionagem industrial, como foi divulgado pela Polícia Federal na terça-feira. Procurado pela reportagem da TV Globo, Vieira não quis fazer comentários sobre as diferenças entre o que foi divulgado pela PF e o que está no relatório.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobras: Furto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.