Fusão Ambev-Intebrew é questionada na Justiça dos EUA

A cervejaria Wisdom, subsidiária norte-americana da Femsa Cerveza, do México, iniciou hoje um processo judicial na Justiça dos EUA com o objetivo de impedir que a brasileira Ambev venha a controlar uma joint venture entre a Femsa Cerveza e a John LaBatt, subsidiária da canadense LaBatt Brewing (que é controlada pela belga Interbrew). Para a Wisdom, a fusão AmBev/Interbrew coloca a distribuição das cervejas da Femsa nos EUA nas mãos de uma de suas principais concorrentes e violaria um direito de veto da Wisdom, estabelecido no acordo de joint venture entre a empresa e a LaBatt para a distribuição dos produtos da companhia canadense nos EUA. "Em essência, a Interbrew quer forçar a Femsa Cerveza a associar-se à Ambev, sua concorrente, sem que a Femsa Cerveza possa dizer qualquer coisa sobre o assunto", diz o processo. Pelo acordo anunciado, a Interbrew vai adquirir uma participação de 57% na Ambev e presença na diretoria da empresa brasileira, enquanto a Ambev ficará com os ativos norte-americanos da Interbrew, que incluem a LaBatt e uma participação de 30% na Femsa Cerveza.

Agencia Estado,

12 Março 2004 | 16h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.