Fusão Varig/TAM deve demorar, no mínimo, 6 meses

O relator do processo de fusão entre Varig e TAM no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), conselheiro Thompson Almeida Andrade, disse hoje que um prazo "otimista" para a conclusão da análise da fusão entre a Varig e a TAM seria de seis meses. "Pela minha experiência, diria que esse tipo de processo leva mais tempo. Mas seis meses seria um prazo otimista", afirmou.Os advogados das duas empresas entregaram hoje ao Cade a minuta do contrato de fusão, a partir do qual a Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae), do Ministério da Fazenda, e a Secretaria de Direito Econômico (SDE), do Ministério da Justiça, avaliarão a constituição de uma terceira empresa a partir da união das duas companhias aéreas. Só depois que a Seae e a SDE derem os pareceres é que o Cade analisará o processo.Andrade lembrou, no entanto, que as duas empresas podem concluir a fusão sem o parecer do Cade, uma vez que a legislação brasileira possibilita que a operação seja informada depois de efetuada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.