Fusões no setor privado superam privatizações

Após as megaprivatizações de 1997 a 1999, os processos de fusões e aquisições de empresas no setor privado superaram as realizadas com empresas públicas no ano 2000, segundo levantamento concluído pela Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid). Segundo a entidade, foram realizados negócios no valor de R$ 17 bilhões em fusões e aquisições de empresas do setor privado em 2000 e R$ 12,19 bilhões de empresas públicas.Pelos dados da Anbid, esse é um mercado amplamente dominado pelos bancos internacionais, apesar de o líder entre as operações com empresas públicas ser o banco Banco Fator, com R$ 7,96 bilhões, seguido pelo Merril Lynch (R$ 5,150 bilhões) e Santander Brasil (R$ 3,53 bilhões). Os líderes no setor privado em 2000 foram o JP Morgan (R$ 6,45 bilhões), Goldman Sachs (R$ 3,6 bilhões), Morgan Stanley (R$ 2,88 bilhões).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.