G-20 está comprometido com medidas de política para suportar crescimento

Esboço do comunicado do grupo indica que o crescimento forte e equilibrado continua a ser a prioridade do G-20, pois gera mais empregos e aumenta o bem-estar das pessoas 

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

18 de junho de 2012 | 14h56

Os principais líderes mundiais, que estão tentando pressionar a zona do euro a adotar uma ação mais agressiva, vão se comprometer a fazer o que for necessário para acalmar os mercados globais, segundo um alto funcionário de um dos governos do G-20 que viu um esboço do comunicado do grupo.

"Nós estamos empenhados em adotar todas as medidas políticas necessárias para fortalecer a demanda, apoiar o crescimento global e restaurar a confiança", disse a fonte, citando o rascunho do documento do G-2.

Segundo o funcionário, o esboço do comunicado diz: "nós estamos ansiosos para que a zona do euro em parceria com o próximo governo grego garanta que eles permanecerão no caminho da reforma e de sustentabilidade".

"O crescimento forte, sustentável e equilibrado continua a ser a prioridade do G-20, pois gera criação de mais empregos e aumenta o bem-estar das pessoas em todo o mundo", disse o esboço do comunicado.

As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
G-20eurocriseGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.