G-20 será o principal fórum econômico mundial, dizem EUA

Casa Branca ressalva que ascensão do G-20 não significará a extinção do antigo G-8

Efe,

25 de setembro de 2009 | 02h08

O G-20, que encerra nesta sexta-feira sua cúpula em Pittsburgh (EUA), se transformará no principal fórum econômico mundial, anunciou a Casa Branca. Em comunicado, a Casa Branca indicou que os líderes das principais economias do mundo "hoje aprovaram que o G-20 será o principal fórum para sua cooperação econômica internacional".

 

Com esta iniciativa, que transforma ao G-20 no substituto de fato do G8 - os sete países mais industrializados e Rússia -, se incorporam à mesa de negociações "os países necessários para criar

uma economia mais forte e mais equilibrada, reformar o sistema financeiro e melhorar as vidas dos mais pobres", assinalou.

 

O presidente americano, Barack Obama, deve fazer uma declaração às 8h30 hora local (9h30 de Brasília), 45 minutos antes que comece a primeira sessão plenária, sobre a nova medida. A reunião das vinte economias mais importantes do mundo começará às 9h15 hora local (10h15 de Brasília).

 

Segundo indicaram funcionários americanos, o novo papel do G-20 não significa o desaparecimento do G8. Os líderes do G8 continuarão seus encontros, mas para abordar principalmente assuntos de segurança mundial e no marco de outras reuniões internacionais.

Tudo o que sabemos sobre:
G-20G-8PittsburgCasa Branca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.