G-21 consegue nivelar campo para o jogo agrícola

O chanceler Celso Amorim comemorou ontem à tarde o primeiro resultado favorável na 5.ª Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC). A questão agrícola será discutida a partir dos três pontos mais importantes ? acesso a mercados, subsídios à exportação e mecanismos de apoio interno ? e não com base no documento apresentado em agosto pelo presidente do conselho geral da entidade, o diplomata uruguaio Carlos Perez del Castillo. ?Conseguimos evitar o uso de um documento que claramente nos é desfavorável?, disse Amorim. No dia anterior, o chefe da delegação americana, Robert Zoellick, havia defendido o texto de Del Castillo como roteiro para a negociação. Leia mais no Estado de S.Paulo

Agencia Estado,

11 de setembro de 2003 | 07h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.