G-24: emergentes são força estabilizadora do globo

Os países em desenvolvimento são a força estabilizadora e a "nova força condutora" na economia mundial, disse o grupo intergovernamental G-24, em comunicado divulgado após reunião ministerial em Washington. Os membros do grupo destacam a importância da vigilância diante dos riscos derivados da recente turbulência nos mercados financeiros, incluindo vigilância do Fundo Monetário Internacional (FMI) em relação às economias avançadas. Os ministros, durante a semana do Encontro Anual do FMI, destacaram que os países em desenvolvimento sofreram apenas "impacto limitado" do recente tremor, "refletindo o progresso feito no fortalecimento dos fundamentos econômicos". No comunicado, os países-membros apontam que persistem as incertezas para a perspectiva econômica mundial. "Coordenação política é crítica para evitar o surgimento de maiores crises", ponderam. Os ministros também reiteram a necessidade de um acordo na reforma "das instituições de Bretton Woods" para garantir a legitimidade das mesmas.

NALU FERNANDES, Agencia Estado

19 de outubro de 2007 | 20h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.